Autor: Daniel

Minissérie produzida por Robert Downey Jr e Susan Downey chega agradando a crítica e estrelas da série comentam sobre sua representatividade.

O primeiro episódio foi ao ar neste domingo (21) trazendo uma adaptação sobre o detetive Perry Mason, atormentado pelos efeitos da guerra em Los Angeles no ano de 1931, no período da grande depressão.

A minissérie estreou com nota 71 no Metacritic e com 100% de aprovação no Rotten Tomatoes baseando-se em sete críticas, mostrando ter agradado grande parte dos críticos.

As notas se mantiveram altas após o acréscimo de mais criticas em ambos os sites e a série recebeu o selo “Fresh” no Rotten.

A minissérie aborda a vida do detetive investigando o caso do sequestro de um bebê. A trama envolve pessoas importantes, a igreja, corrupção e questões raciais. Como afirmou a Produtora Executiva Susan Downey:

Infelizmente onde houver poder, seja policial, judiciário ou religioso, vai haver corrupção, é algo atemporal. Assim como era em 1930, é nos dias de hoje. Mas queríamos levantar sobre esses assuntos dispostos a derrubar esse sistema, sem medo de repercussões

Em entrevista à Variety, John Lithgow que interpreta um dos personagens na série falou que a série apesar de se passar num contexto de décadas atrás, tem semelhanças com o cenário em que os EUA estão passando agora.

“Quem sabia que estaríamos vivendo um período que lembrou a Grande Depressão, desemprego atingindo níveis nunca vistos desde a Grande Depressão ou salários em queda. De repente, é extraordinariamente oportuno”.

O mistério de oito episódios irá centrar na fase inicial do detetive Mason, interpretado por Matthew Rhys, que trabalha como investigador particular, e ainda não como advogado de defesa como é exibido na série de 1950.

Quando questionado a respeito dos temas de justiça social, comunidades marginalizadas e da questão racial serão abordados de maneira diferente na minissérie, Rhys diz que sim e não.

Tatiana Maslany que interpreta a irmã Alice acrescenta que as pessoas que ficarão surpresas com o cotidiano abordado na série são as pessoas brancas:

“temos o luxo de ver isso como normal, ao invés de ter vivido isso desde sempre, sabe?”

Para Chris Chalk, os temas de tensão e conflito racial não são necessariamente novos. Mas ter um personagem negro como o dele (policial Paul Drake) sendo trazido à tona e humanizado é certamente algo novo e diferente da maioria dos shows ambientados naquela época.

“O mundo não mudou muito desde quando o filmamos e quando o programa foi ao ar. Ainda é um mundo racista que não se importa com ninguém que não seja um homem branco, cristão e heterossexual. Tudo o que estamos fazendo é dizer a verdade de uma maneira muito digerível. E apenas ter um Paul Drake como policial no seu programa, é um passo.”

A minissérie contará com um total de 8 episódios, que serão lançados semanalmente.

FONTE

# Perry Mason, série

Robert Pattinson diz que uma de suas inspirações pra interpretar um super-herói foram grandes nomes desse ramo, como Robert Downey Jr. e Chris Evans.

Em uma recente entrevista à revista Healthy for Men, Robert Pattinson falou sobre como ele abordou o papel de Bruce Wayne, o novo Batman nos cinemas.

Pattinson disse que ao entrar em contato com alguns dos atores citados abaixo, ficou mais tranquilo em aceitar protagonizar um super-herói nas telonas:

“Qualquer ator passa por períodos em que hesita e questiona se pode viver de acordo com um personagem de um roteiro ou com as expectativas que o acompanham… Você olha para os verdadeiros guerreiros do gênero de super-heróis como Hemsworth, The Rock, Downey Jr, Evans e se perguntam se você está se colocando no lugar errado. E, no entanto, depois de falar com alguns deles, sei que todos ficam nervosos quando a oportunidade surge.”

Pattinson também explicou que grande parte de sua decisão de assumir o papel tinha a ver com o aspecto físico do trabalho, falando sobre sua hesitação em assumir o papel, com base em seu mérito auto avaliativo:

“Em todos os projetos que já participei, eu entrei querendo aprender e alcançar coisas novas. Isso geralmente é a personificação de um personagem e alguém que tem uma personalidade diferente para mim; mas assumindo um físico completo. a transformação também parece ainda mais emocionante”.

The Batman tem estreia prevista pra outubro de 2021

FONTE

# Celebridades, cinema

Novas Séries da HBO incluindo a produção de Robert Downey Jr. ‘Perry Mason’ para a plataforma HBO MAX tem suas datas divulgadas

O novo Serviço de Streaming da Warner, a HBO MAX está há poucos dias do seu lançamento, oficialmente marcado para o dia 27 de maio (apenas nos Estados Unidos)  e com isso a empresa divulgou uma lista e as datas das principais séries que farão parte do seu recente catalogo, onde novos títulos serão adicionados  semanalmente a partir do dia lançamento.

Entre elas, está a esperada série Perry Mason produzida pela Team Downey, tendo então como produtores executivos Robert Downey Jr. e Susan Downey, além de Tim Van Patten, Matthew Rhys, Rolin Jones e Ron Fitzgerald.

O lançamento da série na plataforma está marcado para o dia 21 de junho de 2020. Enquanto que no Brasil, a plataforma tem sua chegada prevista somente para maio de 2021.

FONTE

# Perry Mason, série, Team Downey