Dia: 9 de fevereiro de 2024

Recentemente, o diretor do fime mais indicado ao Oscar 2024, Christopher Nolan, participou do ‘The Late Show’, um talkshow britânico comandado por Stephen Colbert. Durante a longa conversa, o cineasta tirou um tempo para rasgar elogios à estrela de seu filme, Robert Downey Jr., que é o favorito para levar a estatueta dourada de ‘Melhor Ator Coadjuvante’ para a casa.

Nolan disse que sempre quis trabalhar com Downey por causa da sua generosidade e carisma. O diretor continuou dizendo que o papel de Downey como Homem de Ferro, que deu origem ao Universo Cinematográfico Marvel e o sustentou por uma década, foi uma das escolhas de elenco mais importantes já feitas na história do cinema.

“Com qualquer pessoa que trabalhemos, com os atores… estamos à procura de algum tipo de ligação emocional, empática”, disse Nolan sobre a sua ligação com Downey. “Estamos à procura de algum tipo de generosidade. Ele tem uma incrível generosidade de espírito. Significa que quando está em cena com outras pessoas, ele se certifica de que todos estão dando o seu melhor, que todos são capazes de entregar o seu máximo. Ele os ajuda a estabelecer essas ligações emocionais.”

“Sempre quis trabalhar com ele. Sempre vi isso no trabalho dele”, acrescentou Nolan. “Queria lhe dar a oportunidade de se perder num papel, de se perder noutro ser humano da forma como os grandes atores o amam”.

Downey também estava mais ou menos à procura dessa oportunidade. Numa antiga entrevista à revista The New York Times no último verão, ele admitiu que estava preocupado com suas capacidades de atuação estarem limitadas ao interpretar o Homem de Ferro por mais de 10 anos. O ator estreou no MCU em 2008 e teve sua última aparição em “Vingadores: Ultimato”, de 2019, totalizando 9 filmes.

“Começamos a pensar se um dos nossos músculos não foi trofiado”, disse Downey sobre os riscos de interpretar um mesmo personagem por mais de uma década.

Não que Downey não esteja orgulhoso de todo o seu trabalho nos filmes da Marvel. Recentemente, durante o podcast “Literally!”, de Rob Lowe, Robert diz que entregou uma das melhores atuações de sua carreira como Tony Stark, mas que passou despercebido por causa do gênero de super-heróis.

Variety.

# Sem categoria