postagem categorizada como: entrevista
02.05.2013

Apesar do currículo de Simpkins em Hollywood – “Sobrenatural“, “Foi Apenas Um Sonho“, “Guerra dos Mundos” – ele ainda frequenta escola pública. Nós conversamos com ele depois da escola e falou tudo sobre o seu papel fundamental no primeiro grande sucesso do verão.

Como foi o seu dia na escola – é difícil se concentrar com tanta coisa acontecendo? E como estão seus amigos lidar com a sua fama de super-herói?

Foi um pouco difícil ficar parado. Um garoto continua me batendo no ombro e me dizendo quantos dias até o filme sair. E alguns outros me perguntam um monte de coisas. Todos querem ir vê-lo comigo: um, porque eu estou nele e, dois, porque é “Homem de Ferro”.


Você vai levar toda a sua classe para vê-lo?

Nem toda a minha classe, apenas um monte dos meus amigos.


Você tem um ótimo relacionamento com Robert Downey Jr. na tela. Eu tenho o ouvido sendo chamado de RDJ, do que você o chama?

Eu o chamo três coisas: Robert, o Mr. Lord of the Universe, e Uncle Bob.


Quando você conheceu o tio Bob?

Fomos na primeira audição, e uma segunda e uma terceira. O terceiro teste foi uma química lida e foi aí que eu conheci Robert. Começamos a conversar e eu estava, tipo, todos os dias eu digo: “Eu vou conseguir isso eu vou conseguir isso.”. Durante a leitura, eu fiz uma pergunta e Robert ficou muito bravo com isso e ele jogou uma Sharpie no chão.


Que pergunta você fez para obter uma reação tão violenta?

No roteiro, em vez de Tony, dizia Jerry, e eu perguntei: “Quem é Jerry?”


Robert estava mesmo bravo ou só fingiu estar quando ele jogou a Sharpie?

Fingiu.


Todo mundo quer saber se você mantem qualquer um dos brinquedos ou aparelhos do set, como a arma de batatas [que ele confronta com Stark sobre seu primeiro encontro]?

Não. Nós não ficamos com nada, mas no set havia uma tampa de cerveja no chão do bar e minha mãe e eu a pegamos.


Em sua primeira cena, vemos Stark reparar sua armadura surrada depois que ele caiu do céu. Você viu de perto: ela se parece real?

Parece uma verdadeira armadura, mas você sabe que é uma farsa porque é plástico duro, como Plexiglas.


Será que o seu personagem vai voltar nos próximos filmes Vingadores?

Eu espero que sim.


Harley é baseado em um personagem de histórias em quadrinhos?

Não. Eu acho que ele foi ideia do escritor e talvez Stan Lee.


Você conheceu Stan Lee?

Não, mas eu vi ele no tapete vermelho.


Se você tivesse um superpoder, qual seria?

Eu provavelmente iria voar – e ler mentes


Quem te fez rir mais no set?

Provavelmente Robert, porque eu acho que ele é muito engraçado.


E qual foi o seu maior desafio?

Eu tinha uma fala que eu tinha a dizer,’painéis de reflexão retro’. Isso foi tão difícil dizer. Eu sempre errava. Eu fiquei frustrado, mas eu ri também.


Você já esteve em três filmes com sua irmã de 15 anos, Ryan. Ela estava no set com você?

Não. Ela estava filmando seu próprio filme, “Guerreiros do Espaço.”


Você é um profissional no total: você trabalhou para os diretores Steven Spielberg em “Guerra dos Mundos“, e Sam Mendes em “Foi Apenas um Sonho“. Você já fez o filho de Leonardo DiCaprio, Patrick Wilson e Colin Farrell. Agora, o filme vai esmagar neste fim de semana, mas na semana seguinte ele concorre com Leo em “O Grande Gatsby“. Se você esbarrasse em Leo em Hollywood, o que você diria a ele?

Eu diria obrigado por uma grande experiência. Eu era muito pequeno, mas eu ainda me lembro quando nós estávamos filmando.


Então nos diga, como é o Leo?

Ele é muito bom e impressionante assim como Robert, e ele é muito carinhoso.


Agora que o trabalho escolar e publicidade do filme está feita por hoje, você vai sair e assistir TV?

Não. Eu vou ler. Eu sou mais ligado em histórias em série do que quadrinhos. Estou lendo “O Hobbit”. Eu amo os anões, especialmente Kili e Fili.



Fonte
postado por Larissa