Em entrevista à Empire Magazine, Robert comentou sobre o porquê de ter escolhido participar do terceiro filme da franquia Capitão América ao invés de Homem de Ferro 4 e revelou algumas dicas sobre o que seu personagem nesse filme pode significar pro futuro do Tony Stark no Universo Cinematográfico da Marvel.

Eles me disseram, ‘Se tivermos você podemos fazer isso, se não, Cap 3 vai ter que se tornar alguma outra coisa.’ É ótimo sentir-se necessário. E nesse ponto, é mais como se estivéssemos ajudando um ao outro, também. Eu olho pra isso como uma competição e fico, ‘Wow, talvez se essas duas franquias se unissem e eu pegasse um papel um pouco menor, com pessoas que eu gosto e diretores que respeito, talvez nós conseguíssemos manter as coisas em sincronia.”

É um ponto válido, levando em conta que Homem de Ferro é o único filme solo da Marvel que conseguiu bater a marca de um bilhão de dólares em bilheteria.

É claro, tão empolgante quanto parece ser, ainda é difícil acreditar que o Tony Stark que todos conhecemos e amamos vá se transformar na versão mais responsável de Guerra Civil, aquele que acredita que os super heróis deveriam ter registro do governo para a segurança pública. De qualquer modo, Downey vê isso como uma evolução natural do personagem. “É normal você mudar de opinião. O principal para mim é que tipo de incidente poderia ocorrer e em que quadro nós poderíamos encontrar Tony. As pistas para onde nós vamos o encontrar adiante estão em Ultron. Mas o que custaria a Tony para largar tudo o que ele representava? Joss traz isso o tempo todo. É um pouco estranho a maneira como esses caras têm todas essas recaídas por todo o planeta Terra e, mesmo assim, quando o filme termina, ninguém se importa. O que o governo americano faria se isso fosse real? Não seria legal ver Tony fazer algo que você não imaginaria?

Os eventos na série de histórias em quadrinhos veriam Tony Stark transformado em um personagem quase vilão, manipulando seus companheiros e até mesmo clonando Thor. Poderia o super herói mais popular da Marvel tornar-se seu principal vilão? “Eu não diria isso. A maior dúvida é, para Chris ou o Cap, como nós faríamos para botar o Capitão em um lugar onde as pessoas diriam ‘Cara, eu nunca imaginei uma mudança tão vasta em Steve!’ Depois que você vê O Expresso do Amanhã você fica tipo ‘Eu quero ver um pouco mais desse cara.‘”

 

Fonte