Robert Downey Jr Brazil » Arquivo » Robert fala sobre Os Vingadores 2 e sua amizade com Chris Evans
postagem categorizada como: Age of Ultron
Robert fala sobre Os Vingadores 2 e sua amizade com Chris Evans
25.03.2014

Que o Robert vem ajudando a Marvel Studios desde que ele apareceu, em 2008, em Homem de Ferro não é nenhuma novidade. Tendo reprisado o papel ao longo de 4 filmes, que juntos arrecadaram cerca de 3,9 bilhões de dólares, Robert é praticamente uma parte essencial no mundo dos super-heróis do cinema da Marvel. E ele falou com Ramin Setoodeh, da Variety, sobre a franquia, sua amizade com Chris Evans e também sobre quantas vezes mais ele gostaria de voltar como Homem de Ferro nas telonas.

 

Você já conhecia Chris Evans antes de ele ser contratado como Capitão América?

Eu tenho uma vaga memória de ter visto ele e alguma menina da qual ele estava ficando passar por mim e Susan num restaurante. Eu acho que ele e a namorada convidaram eu e Susan pra irmos até sua casa aproveitar a hidromassagem, pra dizer a verdade.

Sério – vocês foram?

Não, não fomos, e, a propósito, como eu disse, essa é uma vaga lembrança, mas é isso que eu gostaria que você imprimisse.

Porque você persuadiu Chris a pegar o papel de Capitão América?

Havia tanta coisa sobre o que poderia ser essencialmente considerado como o super-herói mais centrado da história. Foi, provavelmente, a franquia mais arriscada que já lançamos. – Eu digo “nós” como se eu fosse um dos caras da companhia, o que eu gosto de pensar que sou – A propósito, sou fã dele.

Você é…

Não estou brincando. Eu vou receber 50 crianças na minha casa e passar Capitão América 2 no meu aniversário, que é exatamente no dia em que o filme estreia. Eu ainda não vi. É uma das vantagens de estar nas pistas internas na Marvel. Só espero que não tenha marca d’água em excesso.

Você estava nervoso quando te ofereceram Homem de Ferro?

Nervoso? Eu estava implorando. Eu tinha certeza absoluta que isso iria mudar minha vida.

Quando foi divulgado que você iria interpretar um herói dos quadrinhos, houve um sentimento de que isso poderia prejudicar sua carreira.

Christopher Reeve passou por isso e fez outros grandes filmes, sua notoriedade em Super Homem ajudou nisso, ninguém pôs isso contra ele. Mas outra coisa é que todo mundo sabe que Christopher era um cara muito legal. Muito disso tem a ver com personalidade. Você é daquele tipo de pessoa que incorre em má vontade?

Quantos desses filmes da Marvel você acha que ainda podem acontecer?

A inteligência no caso do dinheiro é que você tem que estar ligado na idade de todo mundo. Eu vou me colocar no topo da lista. Mais cedo ou mais tarde eles tem que começar de novo e com alguém jovem. Eu não estou com eles nesse sentido. É realmente a coisa mais próxima de ser um aclamado ator com um contrato muito antigo em um estúdio que não existe mais. No fim do dia, quando você pensa sobre isso, esses filmes são entretenimento em sua maior parte impulsionados por pessoas jovens. Há algo de muito honroso nisso. Eu vejo todas essas crianças usando as máscaras do Capitão América. Meu filho acha que o Capitão América é real.

Qual o lado ruim de interpretar um super-herói?

É como ter um papel de TV muito legal. Eles estão sempre achando que não vão ser escolhidos para outra temporada; ou então estão se perguntando se eles vão ser escolhidos para outra temporada; ou até mesmo eles fizeram tantas temporadas que já estão cansados de fazer o show, mas o show tem tanto sucesso que faz bem pra eles. Qualquer uma dessas alternativas é melhor do que ligar pro seu agente dizendo “Hey, nada acontecendo? Hora pra um piloto”

Você está começando Os Vingadores 2.

Essa é uma sequência bastante ambiciosa. Se você a ler, é densa, inteligente. Joss [Whedon] é um cara bem inteligente. Meu filho de 2 anos de idade é louco pelo Gavião Arqueiro, e eu acho que Jeremy Renner tem muito a ver com o enredo do filme. Sempre há vários pratos para limpar até conseguir com que o resultado seja pelo menos metade certo, mas eu estou realmente animado sobre esse filme.

Fonte

postado por Larissa