Ele sempre é definido como o ‘Ator mais bem pago do mundo’ ou como o ‘Maior Ator de sua geração’. Mas qual dessas opções é a que vale?

Robert tem um escritório em Venice Beach, California – bem perto da praia, no qual ele e sua esposa, Susan, e mais uma equipe de pessoas capazes, comandam a Team Downey. Algumas das produções que estão sendo desenvolvidas agora na Team Downey são: Pinocchio que será em live-action, Sherlock Holmes, que será o terceiro filme da franquia, Perry Mason uma série de televisão que já está nos planos da produtora já faz um bom tempo e Yucatan, descrita por Downey como “uma história de ação e aventura”. O atual projeto de Downey se chama Random Act Funding, sua instituição de caridade, criada juntamente de sua esposa, Susan.

[Falando sobre o escritório da Team Downey localizado em Venice] O edifício é todo de madeira, concreto e vidro, e Downey não economiza no ar-condicionado. Há um quadro do Keith Haring no primeiro andar e três capacetes do Homem de Ferro dentro de uma caixa de vidro. Ele adora mostrar o local para as pessoas, e com esse tour, não pode faltar os seus monólogos, e com esses monólogos conseguimos descobrir coisas muito interessantes e certamente esquisitas. Quando chegamos no telhado, ele olhou para a avenida e para as casas de seus vizinhos. Um de seus vizinhos é Jon Favreau, diretor de Homem de Ferro e Homem de Ferro 2. Downey contempla a casa de Favreau com um outdoor de Jungle Book (Mogli: O Menino Lobo) bem na frente da casa e diz: “Qual é cara…esse filme vai fazer 1 Bilhão”

GQ Style: Bom, nós vamos fazer isso um pouco diferente. Em vez de compartilhar nossas almas um com o outro, eu vou administrar um questionário não-linear.

Robert: Okay. Tudo bem. “Robert vamos começar com a sua morte”

GQ Style: Exatamente! Como foi isso para você?

Robert: Quer saber? Isso realmente está fora do contexto.

GQ Style: Você acha que o “seu mais novo” ficaria surpreso em ver onde o “seu hoje” terminou?

Robert: (expira) Sim. Mas você sabe, naquela época, eu era do tipo confidente, que não liga pra nada, apenas pega o seu carro e sai por ai sem temer se vai se machucar ou não. As pessoas sempre diziam: “Se você fizer sua lista de desejos, certamente irá se decepcionar”. Por que normalmente, no modo Ocidental, tudo isso tem a ver com um sentimento de realização material. E o que eu tive foi mais ou menos: “OH MEU DEUS CARA, nós temos, tipo, um escritório”

GQ Style: O que você acha que o “seu mais novo” iria sobre esse lance todo com o Homem de Ferro, especificamente?

Robert: Bom, primeiramente, naquela época, a referência teria sido Christopher Reeve e Michael Keaton, certo? Eu estaria em algum lugar no meio dos dois, sendo julgado ou dizendo: “Tudo bem, pessoas legais estão fazendo isso”. Mas eu sei que devo ter lido essas histórias em quadrinhos antes, ou não. Então eu teria dito: “Eca, esse é um super-herói de segunda linha” 

GQ Style: Que conselho você daria a um jovem ator buscando o que você tem?

Robert: Se você sempre falar sobre as coisas legais que vai fazer, e não entender o por que de não ter acontecido ainda, por que, você sabe [estala os dedos]…de uma coisa você tem certeza, de que vai conseguir passar do primeiro obstáculo. Mas nós sempre aprendemos a continuar trabalhando e não olhar pra trás, não importa a rejeição que tenha.

GQ Style: Okay. Nós vamos mudar completamente de assunto agora…quanto tempo leva pra se vestir de manhã?

Robert: É bem rápido. Por que eu escolho as minhas roupa na noite anterior. O que você diria sobre uma pessoa que tem duas araras de roupas, e nas duas, várias opções de looks? Eu poderia usar 3 delas. Na primeira arara tem as roupas que eu uso para treinar pela manhã. Na segunda arara tem as roupas que eu uso geralmente depois de treinar, a minha roupa du jour. (Roupa do Dia ou casual – definição francesa). Agora, se eu deixasse pra fazer isso tudo de manhã, digamos que eu levaria umas 6 horas.

GQ Style: Uma esquisita preparação diária?

Robert: Bem, não é esquisito, mas eu acho engraçado. Se eu vou promover um desses filmes da Marvel, eu quero estar bem, por exemplo, o cavanhaque do Stark, eu quero que esteja bem feito. Pelo menos eu tento.

GQ Style: Qual a sua relação com a tecnologia? Você tem alguma?

Robert: Sim. Eu sou como esses caras que se vestem de chimpanzés na abertura da sequência de Uma Odisseia no Espaço. Pra mim, tecnologia em última análise, é uma distração da experiência. E olha que informação é experiência. Você ganha experiência quando se tem informação. Mas eu perco o meu telefone, iPad ou qualquer outro aparelho sub-intencionalmente várias vezes por semana. No meio dos anos 80, eu era um dos primeiros caras a usar aqueles celulares enormes que tinham uma bateria do tamanho das de carro na parte de trás.

GQ Style: Quantas TV’s tem na sua casa?

Robert: Ótima pergunta. Você quer o número exato não é?

GQ Style: Eu quero.

Robert: Ok. [sussurrando] uma, duas, três, quatro….[falando mais alto] CINCO.

GQ Style: O que você costuma assistir?

Robert: Bom, na noite passada, eu assisti a conclusão de American Crime Story. Antes disso, eu finalmente terminei a 4ª temporada de House of Cards.  Talvez uma das melhores temporadas até agora. E eu estou doido para começar a assistir a 2ª temporada de Mr. Robot, que certamente é uma das melhores coisas que está passando na TV nos últimos 5 anos. Eu posso assumir que sou um fã de história militar, então tudo que estiver passando na TV relacionado a isso, eu estarei assistindo.

Continua …