Na sua passagem por Londres, Robert deu uma entrevista ao Shortlist. Nela, ele conta sobre a sua relação com o elenco, principalmente com Chris Evans e Jeremy Renner.

R: Qual foi a primeira coisa que você fez quando chegou em Londres?

RDJ: Eu costumo ligar para um cara chamado ‘Posh Tom’. Ele, eu e alguns caras passamos um tempo juntos, você sabe, sair e passear. As vezes eu consigo ver Guy Ritchie que eu adoro, ele provavelmente vai dizer “eu te encontro lá na minha moto” – todas essas coisas de homem.

R: Você anda de Boris Bike* quando está aqui? (*Boris Bike é um bicicleta comunitária de Londres)

RDJ: Bom, se você estiver frustrado com o trânsito da cidade, provavelmente você vai querer andar em uma dessas. Eu sempre considerei andar de bicicleta em Londres, é como se você deixasse a sua vida em suas próprias mãos. Guy [Ritchie] faz isso parecer muito fácil.

R: Vamos falar de Guerra Civil. Em que estado encontramos Tony Stark no começo do filme? O que aconteceu, exatamente, depois de A Era de Ultron?

RDJ: Essa bagunça toda que aconteceu no filme, e com o Ultron, foi bom pro Tony, por que ele meio que criou isso tudo, e precisava dos amigos para ajudar a concertar. Tudo que o Tony quer, é tirar uma folga, um descanso, mas parece que isso não combina com ele. Eu estava lendo os quadrinhos (HQ’s) de Guerra Civil e a saga Extremis (história usada em Homem de Ferro 3), que são as minhas duas histórias favoritas com o Tony, mas não queríamos colocá-lo exatamente daquele jeito no filme.

R: O filme será diferente dos quadrinhos?

RDJ: Você conhece os Russo’s? (diretores do filme). Eles são individualmente incríveis. Eles tem um ótimo olhar do que acontece nos quadrinhos para traze-los ao filme. Tony acaba tendo um ponto de vista mais conservador sobre as coisas que pensa.

R: Parece que os ideais dele mudaram. Ele era bem anti-governo em Homem de Ferro 2.

RDJ: Claro. É como se você parasse de ser um Rock-Star para ser um Pai que é técnico de futebol…seus valores mudam.

R: Um dos maiores momentos do trailer, é quando o relógio do Tony se transforma em uma luva (como se fosse uma armadura de bolso) e impede uma bala de acertar a sua cara.

RDJ: Eu estou tão feliz de ouvir você dizer isso. Olha o por que eu amo os Russo’s: Isso não estava no Script, ai eu disse: “E se eu tivesse um relógio que meio que, se transformasse em uma luva?” Eles me deixaram de molho por pelo menos, 2 semanas, mas eu continuava tocando no assunto e insistindo. E então eles aceitaram e tiraram as medidas da minha mão para fazer a ‘mão-luva’.

R: O nome disso é ‘mão-luva’ mesmo? Não parece um nome legal.

RDJ: Hmmm, eu acho que seria uma luva de pulso, por que vem do relógio. Vamos pensar em um nome legal. Um ‘pedaço do tempo’ não faz sentido. Fala você um nome.

R: Hmm, um iGauntlet? (se referindo a um RPG – Jogo de computador)

RDJ: Legal, legal! Eu acho que os Russo’s usariam esse nome no filme.

R: As pessoas estão ansiosas para conhecer o novo Homem Aranha. No trailer, por que você o chama de “Underoos*”? (Pirralho, ou na tradução literal, Roupa de Baixo)

RDJ: OK. Meu filho, Exton, corre pela casa usando só a roupa de baixo ou pijama. Ou aquelas fantasias de moletom que tem na internet, é a sensação do momento.

R: Então o Tony está fazendo piada do traje do Aranha?

RDJ: Bom, vamos colocar desse jeito. Quando você vê ele usando aquele traje…Ele tem algum fundo ou poupança? (ou seja não pôde pagar por algo melhor). Eu vou deixar isso no ar, é, uma boa tese.

R: Em Guerra Civil, nós temos diversos personagens novos. Qual dos Vingadores, você não gostaria de ficar preso num elevador?

RDJ: Oh céus, eu não posso responder isso. Eu tenho tanta admiração por todo mundo. Eu gostaria de ficar preso num elevador com todos eles, por que é tão difícil nos encontrar-mos. Em Guerra Civil eu acho que vi o Jeremy Renner por dois dias, e nesses dois dias foi de passagem. Em Era de Ultron, eu o via quase todos os dias, e nós dois viajamos juntos e eu amo o Jeremy.

R: E como era o resto do elenco?

RDJ: Chadwick Boseman (Pantera Negra), é incrível. E não é nada diferente do Sr Anthony Mackie (Falcão), que sabe muito bem como se divertir. Mas Chadwick é super tranquilo e bem dinâmico. Eu estava pensando esses dias, acho que descobri o meu lado fanboy pelo Don Cheadle (Máquina de Combate), quando você assiste ele em Miles Ahead, que ele co-escreveu, dirigiu e atuou, é um dos melhores filmes que eu já vi nos últimos anos. É incrível, é o que uma biografia deveria ser.

R: O Tony fica fora de grande parte de Capitão América: Guerra Civil. Você acha que isso foi importante para você e o Chris Evans melhorarem a dinâmica da dupla?

RDJ: Eu gosto do Evans. Eu acho que gosto mais dele, do que ele gosta de mim.

R: Como foi gravar a cena em que o Capitão e o Bucky estão partindo pra cima do Tony? 

RDJ: Algumas pessoas da Team Downey ficaram muito bravas com isso. Era tipo: “O seu traje está com algum defeito? O que está acontecendo?” . Não é um Homem de Ferro: Guerra Civil. É um filme do Capitão América! Eu sabia disso antes de assinar o contrato.

R: Espera, você está dizendo que deixou ele te bater?

RDJ: As vezes eu me pergunto….me pergunto o que eu estava fazendo.

R: Você mencionou que saiu com Guy Ritchie em Londres. Você conversou com ele sobre Sherlock Holmes 3?

RDJ: Nós estamos conversando sobre ele agora mesmo, AGORA. Eu mal posso esperar.

R: Você quer dizer hoje?

RDJ: Nós estamos nas preliminares ainda. Se nós pudéssemos gravar isso pelo Skype, nós já teríamos terminado em 1 semana. Eu sei que o Guy Ritchie me ama assim como eu o amo. Quando nós estamos fazendo esses filmes do Sherlock Holmes, nós entramos de cabeça. Estamos tentados a fazer o terceiro esse ano. É realmente um grande negócio fazer esse tipo de filme. Eu sempre estou cansado, mas por ele eu estou animado.

R: Você está interpretando o papel de Tony Stark há quase 8 anos. Você gostaria de fazer outra coisa além disso?

RDJ: Eu suponho que sim. Eu dou alguns palpites aqui e ali, mas a Marvel (MCU) se tornou tão grandiosa, que qualquer coisa que seja criada, manterá essa pulsação de sucesso. Verdade seja dita, eu gosto de trabalhar, mas existem tantas coisas que eu gosto de fazer. Eu tenho filhos. Sou um artista marcial. Eu trabalho desde quando era criança, então as vezes eu fico um pouco agoniado, mas eu tiro uma semana de folga e é uma benção.

R: Existe um rumor de que, a Guerra Civil não terá um final feliz. Você pode nos dizer alguma coisa?

RDJ: Eu diria que é mais ou menos isso. Não é uma chatice. A forma como essa história é trabalhada, eu acredito que as pessoas vão amar.

R: Tenha certeza de que irá descansar antes de começar a gravar Guerra Infinita ok?

RDJ: Com certeza irei.

Fonte