Depois de três filmes juntos (e inúmeras entrevistas) Chris Evans e Robert Downey Jr. são amigos bastante próximos, o que não é nenhuma surpresa.

Tão próximos, por exemplo, que uma das primeiras coisas  que Downey, 51, disse ao Evans, 34, no início da sua sessão de fotos para a People foi “Você olha para a frente – Vou dar-lhe um beijo na bochecha.”

Mas isso estava longe de ser a primeira vez em que ele demonstrou afeto por seu cos-estrela em Capitão América: Guerra Civil.

Downey revela que ele habilmente foi ajudar o Evans durante as filmagens, quando seu companheiro super-herói foi um pouco longe demais com um golpe particularmente desafiador.

“Eu cheguei ao set para começar a  filmar e eles me mostraram alguns minutos [de filmagem]. Tipo, ‘Aqui está o que andamos fazendo.’ Esta é um cena onde o Cap está segurando esse grande helicóptero e eu digo, ‘Quer saber? De todas as coisas que ele fez, esta seria a única que iria machucá-lo.’ Eu sabia disso”, diz Downey. “Porque eles estavam dizendo, ‘flexione e segure!’ Não foram os outros 3.000 golpes, foi isso.”

“Eu me machuquei, meu braço ficou todo ferrado”, admite Evans sobre filmar a cena, a qual é um momento memorável do trailer do filme em um clipe teaser.

Felizmente, tinha a enfermeira Robert para o resgate.

“Eu fui ao trailer do Downey e ele colocou várias coisas em todo o meu braço. Eu realmente machuquei meu braço fazendo aquela cena do helicóptero”, diz Evans.

Downey descreve as “coisas” como armas elétricas, o que estamos assumindo que seja componentes chaves para algum tipo de massageador muscular pulsante de alta tecnologia.

“Na verdade, o abraço ainda está ferrado”, diz Evans. “Eu preciso das suas coisas mais vezes.”

“Eu tenho tudo pronto para você”, responde Downey.