Em entrevista para a EW, Anthony e Joe Russo afirmaram que consideraram uma história bem diferente para o terceiro filme do Capitão América. Antes de Guerra Civil surgir, havia um impasse por conta do contrato de Robert Downey Jr. e os irmãos começaram a pensar em histórias alternativas, que não precisassem da presença do vingador:

“Ainda não estava certo que faríamos o Guerra Civil quando começamos a conversar sobre o próximo filme depois de Soldado Invernal. Então houve um período onde exploramos possíveis histórias do Capitão, que não incluíssem isso. Passamos algumas semanas nisso, apesar de Guerra Civil ter surgido bem cedo no processo e, quando isso aconteceu, colocamos toda a nossa força para fazer isso”, disse Joe.

Já Anthony revelou certo interesse no arco do Madbomb, onde um dispositivo usa ondas sonoras para destruir a mente de pessoas próximas, que se transformam em uma espécie de zumbis, que ainda estão vivos, mas se tornam extremamente violentos:

“Houve um período onde discutimos um terceiro ato que envolvia o arco do Madbomb, da mitologia do Capitão. Não tinha nada a ver com Guerra Civil e, se não conseguíssemos o contrato com Downey – bem no começo das negociações com ele – alguém teve essa ideia de um terceiro ato envolvendo o Madbomb, que deixa as pessoas malucas. É quase como transformar todo mundo em zumbi, mas não literalmente. O charme do Madbomb é que ele transforma hordas de pessoas em lutadores sangrentos. Esse seria o desafio físico que o Capitão e o grupo teriam que enfrentar”.

“A ideia do Madbomb é que o Capitão precisaria enfrentar civis e como ele lidaria com isso. Sempre tentamos coloca-lo nesses dilemas morais, por conta da natureza dele. Isso criaria um terceiro ato convincente, porque os civis seriam os antagonistas, e como ele iria para-los sem mata-los?”, completou Joe.

Anthony ainda completou que alguns heróis também poderiam ser afetados:“Pessoas que você conhece se tornam zumbis e agora você precisa lutar contra elas. E ai teria um grande componente emocional também”.

Depois disso, Robert Downey Jr. fechou o acordo e a ideia foi descartada.

Via: Omelete