Em uma entrevista concedida ao USA Today, Michael Keaton e o diretor do filme Jon Watts, falaram um pouco sobre Homem Aranha: De Volta ao Lar.

Nos quadrinhos originais do Homem Aranha, Abutre é um tipo de vilão ”pateta”. Seu traje com asas lhe permitiu voar e aumentar a sua força, em seu pescoço um tipo de extensor foi colocado, que o fez parecer um abutre humano. Depois de ter sido injustiçado por seu parceiro de negócios, o engenheiro elétrico foi para o mundo do crime para se sustentar. A versão do vilão interpretada por Michael Keaton, está um pouco parecida, mas a razão para se voltar para o crime é um pouco diferente.

O produtor, Eric Hauserman Carroll, explicou que Adrian Toomes (Abutre) é um empresário que dirige uma empresa de resgate em Nova York que limpa as bagunças destrutivas das batalhas que os super-heróis criaram nos últimos anos. No entanto, ele encontra seu negócio essencialmente retirado de suas mãos, quando Tony Stark começa a querer tomar conta do lugar.  Com nenhum negócio para manter a sua vida, Toomes ao lado de Shocker (Bokeem Woodbine) e o Consertador (Michael Chernus) se juntam para criar um problema a Tony Stark, usando artefatos alienígenas (do ataque a Nova York em Os Vingadores) que foram reutilizados em armas, dando aos criminosos algumas novas e perigosas ferramentas para cometer crimes, e isso acaba chamando a atenção do Homem Aranha.

Michael Keaton explicou um pouco mais sobre a perspectiva de seu personagem como um vilão, acrescentando: “Algumas pessoas os vêem como vítimas – ele se vê um pouco assim. Ele provavelmente teria um forte argumento de que ele nunca teve sorte – como por exemplo “Por que não eu? Onde está o meu?” Enquanto isso, Eric Hauserman Carroll diz que o personagem “se torna o Tony Stark sombrio. Ele pensa que uma vez que tiver esse dinheiro e poder, ele terá mais controle de sua vida.” 

Confira um teaser do segundo trailer de Homem Aranha: De Volta ao Lar que será lançado amanhã:

Adicionamos os 3 Pôsters divulgados pela Sony de Homem Aranha: De Volta ao Lar, confira:

Ontem (07/11) ocorreu o Quarto Anual Wishing Well Winter Gala em Los Angeles, onde Robert foi homenageado com o prêmio Shining Star Award. O Shining Star Award homenageia indivíduos que personificam a missão da organização em deixar um efeito impactante nas crianças e em suas famílias através do poder de um desejo.

Neal Alton, presidente da organização, disse: “Nós estamos muito animados com a homenagem a Robert por sua dedicação de longa data e generosidade ao Make-A-Wish. Robert concedeu dezenas de desejos às crianças ao redor do mundo, e muitas outras desejam conhecê-lo. Além da esperança, força e alegria que ele traz às famílias, Robert doou fundos através de sua fundação Random Act Funding que permitem que os desejos de muitas crianças tornem-se realidade. Aos nossos olhos, e aos das crianças, ele é um herói da vida real.”

Robert e Susan marcaram presença no Red Carpet, e a elegância e o bom gosto pelos looks foram um destaque. Susan vestia Maison Valentino e Robert usava terno da ETRO, óculos Garrett Leight e uma gravata do Homem de Ferro da Cuff Links.com.

Confira os vídeos do evento abaixo:

 

GALERIA: Adicionamos mais de 140 fotos em HQ do evento na nossa galeria, não deixe de conferir

Como já havia sido confirmado, Robert marcou presença no American Music Awards 2016 que ocorreu ontem (20/11) no Microsoft Theater em Los Angeles. A presença do Robert no evento, nada mais era do que apresentar o maior prêmio da noite ao seu amigo de longa data Sting (The Police). O prêmio que Sting recebeu ontem a noite foi o“American Music Awards of Merit”, prêmio entregue a “quem proporcionou verdadeiramente contribuições excepcionais à indústria”.

Robert e Sting são velhos amigos e ambos já cantaram juntos diversas vezes, como por exemplo em Ally McBeal com Every Breath You Take e até mesmo em seu casamento. Antes do Robert entrar no palco, ele foi introduzido com um vídeo do aniversário de 60 anos do Sting com Driven to Tears  e disse que queria que esse clipe passasse todas as vezes que entrasse no palco e em qualquer lugar daqui pra frente. Durante o discurso de apresentação, Robert descreveu Sting como um dos seres humanos mais talentosos e mais dotados que já andaram pela face da terra e um professor.

Sting fez uma apresentação com o seu novo single “I Can’t Stop Thinking About You” e fez um mix entre ‘Message In A Bottle’ e ‘Every Breath You Take’. Ele agradeceu a homenagem e disse estar muito feliz pois a música americana é uma grande influência para ele e para o mundo.

Curiosidade

Confira os vídeos do Robert no American Music Awards 2016! PS: em breve iremos legendar o vídeo do discurso, fiquem de olho:

 

Adicionamos mais de 70 fotos da premiação na nossa galeria, confira e divirta-se 😉