Arquivo de 'entrevista'



postagem categorizada como: entrevista
Robert Downey Jr. revela como Tony Stark e Pepper Potts reacenderam seu romance frente a Guerra Infinita
21.04.2018

Felizmente não levou muito tempo para que Tony Stark e Pepper Potts consertassem as coisas entre eles. Embora o casal estivesse dando um tempo durante Capitão América: Guerra Civil,  no momento em que ela apareceu ela Homem-Aranha: De Volta Ao Lar, Pepper e Tony estavam muito bem ligados novamente (com direito a uma proposta indireta de casamento) uma história que provavelmente continuará em Guerra Infinita.

 

“Ele e Pepper claramente resolveram suas diferenças”, disse Downey Jr. no set de Guerra Infinita, sobre como o casal reacendeu seu romance. “A maneira como nós resolvemos essas diferenças é que acabamos ficando juntos a longo prazo.”

 

O Homem de Ferro irá, naturalmente, desempenhar um papel importante na nova versão dos Vingadores, mas quando, onde e como a Pepper influencia, a situação de vida.

“Robert e eu definitivamente trabalhamos muito bem juntos”, disse Gwyneth. “Mas eu não acho que você possa construir essa química. É algo que está lá ou não está.”

Vingadores Guerra Infinita estreia dia 26 de Abril

 

FONTE 

postado por Daniel
postagem categorizada como: entrevista
‘Os Vingadores: Guerra Infinita’ tentou não repetir as coisas de acordo com Robert Downey Jr.
16.04.2018

Os Vingadores: Guerra Infinita está apenas a algumas semanas de lançar — e isso é um alerta para que os fãs esperem o inesperado.

Durante a recente parada na Infinity War Press Tour, Robert Downey Jr falou sobre o filme, e as maneiras como ele abre novos caminhos para o Universo Cinematogáfico da Marvel. Como ele explicou, a grande variedade de personagens do filme são intencionalmente usados de novas formas, indo contra o que os fãs lembram dos filmes anteriores.

“Eu li em alguma revista que o 1º momento mais votado foi a briga no aeroporto em Guerra Civil, porque muitos dos super-heróis estão lá.” Downey, que interpreta Tony Stark/Homem de Ferro, explicou. “E agora que o universo se expandiu ainda mais, eu acho que uma coisa que os produtores criativos sempre não querem fazer é uma grande repetição de algo que já funcionou bem. Então, sem deixar nada escapar, acho que o desafio dessa vez foi como você pode melhorar ou expandir algo, sem repetir uma coisa que já foi bem executada antes. É tipo, eu acho de ‘anti-processo’, geralmente se alguma coisa funciona bem, nós vamos apenas continuar a fazer aquilo.”

O co-diretor Joe Russo refletiu esse sentimento, e brincou que os fãs irão ver muitos pares inesperados unidos na tela.

“Você tem que ser inovador com cada um desses filmes, porque nós já fizemos 20 deles.” Russo explicou. “Então, eu penso sobre o que é único nesse filme, e se você tem sido fã do Universo Marvel durante a última década, essa é a primeira vez que você irá ver todos esses personagens. E essa foi nossa abordagem quando estávamos trabalhando no filme. Nós sabíamos que tinhamos uma ‘estranha alquimia’ — referência ao livro Strange Alchemy, de Gwenda Bond, — e com isso eu quero dizer uma química única entre os personagens. Nós pegávamos personagens de diferentes franquias que nunca estiveram juntos antes, e os juntamos para criar combustíveis para os relacionamentos. Esse é o evento culminante, não posso falar se você os verá todos juntos ou não, mas certamente você conseguirá ver muitos deles juntos.”

Alguns membros do elenco do filme repetiram isso no passado, como Chris Hemsworth, estrela de Thor, insinuando que o filme superaria as expectativas dos fãs.

“Eu acho que as pessoas estarão animadas para ver o que eu estava animado para ver e é o encontro de Thor com os Guardiões da Galáxia e o Homem de Ferro conhecendo o Doutor Estranho.” Hemsworth explica durante uma entrevista no final do ano passado. “As interações entre todos esses personagens e as diferentes formas de química e as relações formadas são algo que irá deixar as pessoas bem impressionadas.”

Fonte

postado por Nicole
postagem categorizada como: cast
Chris Pratt fala como Robert Downey Jr. lhe deu as boas-vindas ao MCU
22.03.2018

O ator por trás de Tony Stark teve um impacto inesquecível no universo cinematográfico da Marvel, como Robert Downey Jr. carregou a franquia nas costas desde o início. E nos bastidores, o ator se tornou um mentor de seus parceiros de elenco no set.

 

Chris Pratt falou com a Empire sobre o Robert indo além das expectativas, enquanto filmava Vingadores Guerra Infinita, revelando um lado dele que os espectadores não estão acostumados a ver.

 

“Cara, ele definiu um tom realmente incrível [“Ele é um pouco como o próprio Tony Stark”] disse Pratt. “Eu acho que muito do que o Tony Stark faz são as mesmas qualidades que tornam Downey incrível. Eu acho que Downey é tão rico quanto Tony Stark agora. Ele realmente cuida dos atores ao seu redor de uma maneira que eu nunca vi antes. “

 

Downey se tornou um dos maiores nomes de Hollywood em parte devido ao seu papel nos filmes Homem de Ferro e Vingadores. E enquanto ele não mede esforços fazendo caridade, é bom ouvir sobre como é sua relação com seus colegas de trabalho.

 

“Eu estava meio mal e me esforçando muito nos dias em que estava trabalhando. Ele veio até mim e disse: ‘Você está bem?’ Eu disse: “Sim, só estou com um pouco de dor de garganta”. Dentro de dez minutos havia uma pessoa aqui me dando todas essas ervas e cuidando de mim “, disse Pratt. “Ele me ofereceu o uso de seu trailer, onde eu poderia sentar e usar alguns de seus aparelhos de cura de alta tecnologia. Foi incrível. Estou vivendo o melhor momento da minha vida.”

 

A generosidade de Downey não começou com a produção de Guerra Infinita. Na verdade, ele chamou Pratt assim que ele foi escalado como Peter Quill em Guardiões da Galáxia para dar boas vindas.

 

“Quando cheguei pela primeira vez ao Universo Cinematográfico Marvel, Downey foi o primeiro a me ligar e dizer: “Ei, cara, seja bem-vindo. Se houver algo que você precise, eu o ajudarei. Há tão poucas pessoas no planeta que estão passando pelo que você está passando agora. Eu já passei, então eu estou aqui. Eu sempre atendo o telefone.”

 

À medida que o MCU continua a crescer, Pratt agora sente que poderia servir em um papel semelhante aos novos atores que entram.

 

“Eu me sinto completamente encorajado a passar a diante com Tom Holland ou Chadwick Boseman. Eu não estou dizendo que sou um sênior para eles, além de ter tido a experiência de abrir um filme com a Marvel e estar no MCU”, disse Pratt. “Agora eu realmente me sinto impulsionado a oferecê-los, mesmo que seja uma fração do que Downey foi capaz de me oferecer, e apenas dizer: ‘Tudo o que você precisar, me avise'”.

 

Fonte

postado por Daniel
postagem categorizada como: entrevista
Chris Evans diz que Robert Downey Jr. é insubstituível como Homem de Ferro
14.01.2018

Com Vingadores: Guerra Infinita chegando, a temporada de convenções começou. Neste fim de semana, ocorreu a Comic Con no Arizona, em que contou com a presença de Chris Evans, Anthony Mackie e Sebastian Stan.

Antes de tudo, perguntaram aos atores se eles poderiam nomear a pessoa que foi um tipo de mentor para eles, durante seu tempo no Universo Cinematográfico Marvel. E esta foi a resposta de Evans:

“Essa é fácil. [Robert] Downey. Ele é um cara maravilhoso e tão talentoso, tão experiente e solidário. Ele sempre esteve do meu lado e sempre me senti apoiado por ele. Ele realmente traz todos para o grupo e garante que todos sintam-se bem-vindos, especialmente neste último”.

Já faz dez anos que Robert Downey Jr. tem interpretado Tony Stark nas telonas, iniciando o MCU com o primeiro Homem de Ferro em 2008.

“Não importa como é pra mim, tento imaginar como é pra ele, porque foi ele que realmente começou isso. Ele é realmente tão insubstituível. Ninguém pode ser o Homem de Ferro. Não é um papel como o Super-Homem ou Batman que podem achar diferentes encarnações, ninguém pode tocá-lo”.

Chris Evans ainda comentou que durante as filmagens de Vingadores 4 – ainda sem nome- fez o máximo para garantir que todos se sentissem incluídos.

“Ele realmente apenas abre seus braços, eu sei que parece dramático, mas ele faz de nós uma família e nada disso aconteceria sem ele”.

Vingadores: Guerra Infinita estreia dia 26 de Abril.

Fonte

postado por Maria Eduarda
postagem categorizada como: entrevista
Homem-Aranha: De Volta ao Lar é uma abordagem do século 21, diz Robert Downey Jr.
09.12.2016

No evento Wishing Well Winter Gala que ocorreu na quarta- feira (07/11), Robert deu uma entrevista exclusiva ao ET Online, em que falou sobre sua participação em Homem-Aranha: De Volta ao Lar e Vingadores: Guerra Infinita.

Downey já terminou de gravar sua oitava atuação como o bilionário industrial no próximo Homem-Aranha: De Volta ao Lar, onde aparece ao lado do Tom Holland, o mais recente ator que vestiu o famoso uniforme vermelho e azul após Andrew Garfield e Tobey Maguire.

“Eu sempre estava de bom humor quando eu estava filmando, então isso quer dizer que é um excelente filme. Eu sou bem amigo de Toby [Maguire], então eu não posso escolher um favorito aqui, mas esse cara Tom Holland tem uma coisa a mais”, disse Robert, e acrescentou que o filme é como uma abordagem do século 21 para a história tão conhecida do Homem-Aranha. “Estou realmente animado com a maneira de como tudo isso foi reimaginado.”

O ator, que interpretou o icônico herói em sete filmes até agora, confirmou a ET que ele está voltando mais uma vez para o próximo filme Vingadores: Guerra Infinita.

“Nós temos uma data de início das filmagens! Eu ainda preciso ser liberado do meu contrato com a Marvel, você ouviu aqui primeiro.”

Homem-Aranha: De Volta ao Lar estreia em 6 de julho de 2017.

postado por Maria Eduarda
postagem categorizada como: entrevista
Coleção de relógios de Robert Downey Jr é diferente e cara
14.05.2016

“Você pode aprender muito sobre um homem se você abrir sua caixa de jóias”, diz Robert Downey, Jr.

A estrela de Capitão América: Guerra Civil levou algum tempo para fazer a reportagem para ser a capa da edição de estréia da nova GQ Style e falar sobre o que tem na sua caixa de jóias. E no interior dela há uma invejável coleção de relógios. O que mais você esperaria do ator de mais bem pago do mundo? Há o Jaeger-LeCoultre, que vale $92.000, que o ator usou em Homem de Ferro 2, seu “Green Money”  (Dinheiro Verde) e um Bell & Ross que foi um presente de Ben Stiller, quando eles trabalharam juntos em Tropic Thunder. (Trovão Tropical)

Assista ao vídeo da entrevista que Robert comenta sobre sua “pequena” coleção de relógios.

EM BREVE LEGENDADO

 

Watch this on The Scene.

Fonte

postado por Larissa
postagem categorizada como: Capitão América: Guerra Civil
Robert Downey Jr. fala de fase ‘paz e amor’ de Tony Stark
10.05.2016

Em Capitão América: Guerra Civil, Robert Downey Jr. vive mais uma vez o Homem de Ferro. Nessa nova aventura, ele tenta convencer o Capitão América e os Vingadores a causarem menos estragos às cidades com suas lutas épicas

Homem de Ferro está de volta. Em Capitão América: Guerra Civil, que estreou na quinta-feira (28), Robert Downey Jr. interpreta mais uma vez Tony Stark, milionário que encarna o herói nas horas em que o planeta está em perigo. Nessa nova aventura, Stark enfrenta Steve Rogers (Chris Evans), nome de civil do Capitão América. Os dois entram em embate porque Stark defende que Os Vingadores, grupo de super-heróis que defende a Terra de grandes vilões, controlem suas ações, já que as grandiosas batalhas que eles travam contra criminosos têm afetado negativamente a vida dos humanos. Em entrevista, Downey Jr. fala mais sobre o novo trabalho.

QUEM:  O que está acontecendo com Tony Stark quando a história começa?
ROBERT DOWNEY JR.:
Nesse filme, existe uma pergunta no ar que é: “Por que ninguém incomoda esses Vingadores quando eles destroem os lugares por onde passam enquanto salvam o mundo?” E Tony está pensando que já está mais do que na hora de se discutir isso. Ele acha que os heróis não podem mais simplesmente agir com a mesma autonomia que tiveram até aquele momento.

Ao saber que faria esse filme, o que o empolgou mais no projeto?
RDJ:
Os filmes dos Vingadores são sempre essa coisa colossal, ambiciosa… Mas, para mim, esse filme foi uma ideia inteligente da Marvel. Você não quer ver os dois personagens dilacerarem seu relacionamento porque sabe o quanto isso pode se disseminar. O que tem de acontecer, então, para que haja qualquer tipo de equilíbrio ao final de um desentendimento como esse entre o Steve e o Tony?

Qual foi a parte mais divertida do longa para você?
RDJ:
Tem sido simplesmente um retorno a um sentimento de liberdade e colaboração, motivo pelo qual me juntei a esse grupo. Existe uma indústria massiva, mas, no final das contas, sou apenas eu no personagem de Tony Stark e ainda estou me divertindo.

Como que você acha que o público vai se conectar a esse filme?
RDJ:
Acredito que o público terá uma grata surpresa e ficará intrigado com as escolhas que o Capitão América faz. E Tony vai sempre bagunçar um monte de coisas. Ele tem perdas bem no início do filme e isso vai fazer com que ele queira se reconectar aos relacionamentos que ele já tem há muito tempo.

Como foi trabalhar com Anthony e Joe Russo?
RDJ:
Não tem nada que eu não goste em relação aos diretores. Eles são simpáticos à forma como trabalho, então dou um passo atrás e sigo a sua liderança. É a dança criativa que você quer que exista.

 

Fonte

postado por Larissa
postagem categorizada como: entrevista
Robert Sobre a Política do Homem de Ferro em Capitão América: Guerra Civil
05.12.2015

Ontem (03/12/2015), o Robert deu uma entrevista para a revista Entertainment Weekly, falando um pouco sobre o seu papel em Capitão América: Guerra Civil.

Tony Stark tem um olho roxo. Ele está sentado em um sofá de couro em um centro internacional de força-tarefa de inteligência com sangue em sua camisa de seda e gravata. Sério, isso é um cenário de Capitão América: Guerra Civil em um lote de estúdio na área externa em Atlanta, e Robert Downey Jr. está sentindo um tipo diferente de lutador. Ele não pode dizer quem foi que bateu nele, mas não foi o Capitão América.

“Não, eu quero dizer, olhe, se ele e eu vamos bater um no outro sem sentido, isso deveria ter tipo um Ato III,” Robert diz. “Ainda não escrevemos o Ato III? Não?” Ele fala para alguém da equipe que esteja passando por ali, mas na verdade não conseguiram ouvi-lo. Downey sorri. “Essa é a única maneira que podemos ficar à frente de ‘supor algo’, na verdade, não escrevê-lo até que nós estejamos lá.”

Há um Ato III, não se preocupe. É apenas o Downey sendo o Downey. Nesse 13º filme, do Universo Cinematográfico Marvel, no qual o Robert ajudou a inaugurar com Homem de Ferro em 2008, seus herói confronta o Capitão América em um conflito sobre os super-heróis serem controlados pelos governos do mundo. Homem de Ferro é à favor da ideia, mas o Capitão é contra ela.

O Homem de Ferro não é necessariamente o “cara mau”, mas ele é definitivamente o antagonista. “Isso não me incomoda de jeito nenhum, ” diz Downey. “Eu sempre pensei nisso de algumas maneiras em que Tony é o antagonista para si mesmo em sua própria história, então isso não é um problema. Esse cara entende de problemas, porque ele é um problema. E ele tende a causar problemas.”

Também acontece dele achar que o Stark não está errado. “Eu não estou dizendo que eu tenho que tagarelar em torno do que eu acho que a visão de mundo é,” Diz Robert. “Eu concordo plenamente com o que ele faz neste filme.” Ele acrescenta com um sorriso. “O que é, aliás, mais do que eu poderia dizer para alguns dos outros filmes.”

Stark era uma vez o incendiário anti-autoritário, mas tendo desencadeado Ultron sobre o mundo, entre outras indiscrições mais veniais, o bilionário, playboy, filantropo está começando a apreciar limites.

postado por Maria Eduarda
postagem categorizada como: 2015
Robert na matéria de capa da TV&Satellite Week Magazine
30.07.2015

O GAROTO DA VOLTA POR CIMA

Como Robert Downey Jr superou anos de dependência das drogas para se tornar a estrela de cinema mais bem paga de Hollywood.

 

Quando a TV&Satellite Week chega no escritório de quatro andares de Robert Downey Jr em Venice, Califórnia, o ator de 50 anos parece ter acabado de chegar da academia, confortável na sua camiseta e seu moletom.

Seus escritórios estão entre os mais espetaculares que já vi. Há um terraço com espreguiçadeiras, uma cozinha e uma sala de jantar onde o chefe particular de Downey, Charles, prepara um almoço saudável de abacate, algas marinhas e tomate.

“Você gostou do filme?”, pergunta Downey durante a refeição, com apenas uma pitada de nervosismo. Ele está se referindo a O Juiz, o primeiro filme produzido pela Team Downey,  a empresa de produção que ele comanda com sua esposa Susan.

O drama de tribunal, que está disponível no Sky Premiere a partir de Sexta-feira, é um completo contraste com seus recentes papéis de super-herói em Homem de Ferro e Os Vingadores, e mostra Downey voltando ao estilo de atuação de sua primeira performance fora da Broadway nos anos de 1980.

 

AVISO AOS PAIS

Downey interpreta um ambicioso advogado de Chicago, Hank Palmer, que está retornando a sua pequena cidade natal em Indiana, para o funeral de sua mãe. É a primeira vez que ele está de volta em 20 anos e a rixa entre Hank e seu pai distante, Joseph (Robert Duvall) – o juiz da cidade – claramente está mais intensa.

No entanto, o relacionamento deles muda drasticamente quando o juiz é acusado de um homicídio após um “bater e correr”, e Hank se vê defendendo seu pai.

É um filme que trará uma grande reflexão emocional para qualquer um que tenha uma relação complexa com um dos pais. Isso inclui o próprio Downey, cujo pai, o cineasta Robert Downey Sr, agora com 79 anos, era um viciado em drogas.

Downey já havia falado sobre como seu pai o apresentou ao uso da maconha quando ainda era uma criança e, de maneira geral, incentivou uma vida boêmia.

“Sim, talvez ele tenha me dado muita rédia”, ele admite. “Nos últimos anos, pessoas que tiveram a mesma educação contra-cultura que a minha, me disseram que se rebelaram contra isso tornando-se quadradas. Rebelaram-se tornando-se materialmente bem sucedidas.”

Os próprios problemas de Downey com as drogas têm sido bem resolvidos. Depois de ser nomeado ao Oscar por seu papel principal em 1992, Chaplin, ele foi preso várias vezes por várias acusações relacionadas com as drogas, culminando numa estadia na cadeia e, em 1999, quase um ano no Centro de Tratamento no Abuso de Substâncias da Califórnia e Prisão Estadual.

Na sua saída da prisão, ele encontrou a salvação em um papel regular no drama de TV da época, Ally McBeal,  pelo qual ganhou um Globo de Ouro, porém logo depois foi expulso do show quando foi encontrado pela polícia perambulando descalço pelas ruas.

Após um período numa clínica de reabilitação, ele retornou com sucesso para as telonas em 2003, com um desempenho brilhante no filme Crimes de um Detetive. Dentro de cinco anos, seu retorno estaria completo com papéis em comédias bem recebidas pela crítica, como Trovão Tropical e Homem de Ferro,  como o incrível bilionário e super-herói Tony Stark.

Desde então ele reprisou o papel em duas sequências e outros filmes da Marvel, incluindo Os Vingadores, de 2012, um dos filmes de maior bilheteria da história com $1,5 bilhões, e atualmente está de volta em sua armadura do Homem de Ferro gravando Capitão América: Guerra Civil.

Ele muitas vezes se referiu ao seu teste para o papel em Homem de Ferro como o dia que mudou sua vida. Ele está agora prestes a ser o ator mais bem pago do mundo, recebendo supostamente entre $50 milhões e $75 milhões por filme.

“Sim, eu tenho ido muito bem”, ele diz. “Mas se você foi criado com uma mentalidade pobre, nada vai mudar isso. Eu venho de uma geração que tem tudo na mão. Eu adoro gastar dinheiro com presentes, mas eu odeio fazer um mau uso do dinheiro.”

 

MEU CARO WATSON

Seu próximo projeto será um terceiro filme para a sequência Sherlock Holmes, onde ele irá se reunir com Guy Ritchie, o diretor, e Jude Law, que interpreta o Doutor Watson. Ele está ansioso para estar de volta em Londres, faz uma imitação engraçada de Ritchie, e fala de Law com grande afeição.

“Não há nenhum outro alguém com quem eu prefira encenar coreografias de luta. Jude é como minha esposa de atuação. Totalmente confiável, tecnicamente e intelectualmente falando.”

Ele também faz vários elogios para sua verdadeira esposa, Susan, com quem recentemente teve uma filha, Avri. O casal também tem um filho de três anos, Exton, enquanto Downey também é pai de Indio, 21, de seu primeiro casamento com a cantora Deborah Falconer.

Apesar de sua série de atividades atuais, Downey diz que está ansioso para diminuir o ritmo e passar mais tempo com a família.

“Minha vida familiar é tão emocionalmente saudável”, ele diz. “Susan é uma ótima mãe e eu realmente gosto de estar sob seu comando quando estamos trabalhando. Eu nunca conheci alguém que pode ser tão curta e grossa, e ainda assim consegue dizer as coisas de um jeito que não magoa os sentimentos das pessoas.”

 

ROBERT DOWNEY JR O ATOR DE BILHÕES DE DÓLARES

Robert Downey Jr nasceu em Manhattan, Nova York em 1965, filho do ator e diretor, Robert Downey Sr. Até agora, seus filmes têm arrecadado um total de $7,5 bilhões de bilheteria.

Aqui estão seus maiores sucessos de bilheteria até então:

$2,8 bilhões: No papel do gênio, bilionário, playboy e super-herói Tony Stark, também conhecido como Homem de Ferro, nos dois filmes da sequência da Marvel: Os Vingadores (2012) e Os Vingadores: Era de Ultron (2015).

$2,3 bilhões: Obteve três sucessos de bilheteria como Tony Stark nos filmes do Homem de Ferro, o mais recente em 2013, mas atualmente nega que um quarto filme da sequência esteja a caminho.

$1 bilhão: Estrelou em dois filmes da sequência Sherlock Holmes, interpretando o famoso personagem de Sir Arthur Conan Doyle, em 2009 e 2011. Jude Law interpretou o Doutor Watson.

$263 milhões: Apareceu brevemente como Tony Stark em O Incrível Hulk (2008), estrelando Edward Norton.

$211 milhões: Mostrou seu lado de comediante no papel de um pai tentando chegar a tempo para o nascimento de seu filho no filme Um Parto de Viagem (2010).

$188 milhões: Seu papel como o auto obsessivo ator Kirk Lazarus, na comédia de ação de Ben Stiller em 2008, Trovão Tropical, rendeu a Downey Jr uma nomeação ao Oscar como Melhor Ator Coadjuvante.”

postado por Maria Eduarda
postagem categorizada como: entrevista
Robert no Howard Stern Show
30.04.2015

No dia (28/04), Robert esteve no Howard Stern Show, um programa de rádio americano. Foi liberado o áudio completo da entrevista que possuí apenas, pouquinha coisa, 1 hora de duração. Sim, e eu vou tentar fazer um resumo de tudo que aconteceu, e dos tópicos mais importantes.

– Logo quando o Robert chega no estúdio, Howard Stern comenta sobre sua roupa: ”UAL, o que você está vestindo? está incrível” Ele responde: ”Hm eu estou usando um pouco de ETRO essa semana, obrigado”, ”Eu adorei esse blazer” .

HS: ” Mas fale comigo, seja sincero, você tem uma stylist certo?”
RDJ: É claro que eu tenho
HS: Mas você compra as roupas ou a marca te empresta?
RDJ: Olha, o que eu estou vestindo agora tem que ser entregue amanhã
HS: Mas qundo eles te vestem, essas não são suas roupas pessoais?
RDJ: As vezes sim. Eu adoro roupas, eu sempre gostei. Os primeiros 1 Mil dólares que ganhei eu gastei com, sushi e tênis caros.
HS: Entendi, mas quando você usa essas roupas emprestadas pela marca, você gosta e diz, ‘eu quero comprar’, e ai sim você fica com elas?
RDJ: Claro!

-Agora falando sobre os filmes, Homem de Ferro!

HS: Eu vi que você tem partes da armadura do Homem de Ferro, mas ainda não tem a armadura completa certo?
RDJ: Errado! Agora eu tenho a Mark I, ganhei da Marvel e do Kevin Feige!
HS: E onde você guarda isso?
RDJ: No meu escritório!
HS: Mas é o brinquedo ou a armadura que você usou no primeiro filme?
RDJ: A que eu usei no filme. Acredito que seja ela.

(mais…)

postado por Larissa