Antes de começar o post, não posso deixar de falar sobre a Elsie (mãe do Robert) que faleceu dia 22 de Setembro, todos os Ducklings sentimos muito por essa perda! We are here with you Robert!

Dando continuidade ao post, nossa querida Susan, concedeu uma entrevista ao site Collider, na entrevista ela fala basicamente sobre, Team Downey, Pinóquio, Cloaked e sobre o futuro do Robert na Marvel.

Steve (da Collider) falou recentemente com Susan Downey, em antecipação ao lançamento de The Judge.  Ela também deu uma atualização sobre o que a empresa tem em desenvolvimento no momento, incluindo a quantidade de filmes estrelados por Robert, a comédia de horror Pinóquio que está em longo desenvolvimento e uma série de projetos de televisão, a Cloaked.

A Team Downey foi formada há quatro anos, e Downey explicou sua abordagem global para o desenvolvimento:

“Estamos gastando esse tipo de tempo de aceleração a partir do momento que começamos a empresa, agora com uma série de diferentes projetos em desenvolvimento. O que não estamos fazendo é dizer: ‘Nós temos que fazer isso, isso e isso’ porque o ‘isso, isso e isso “não pode estar pronto, e você não quer ir e fazer algo que não está pronto. “

Eles lançaram cuidadosamente uma série de projetos, e enquanto The Judge é o primeiro a chegar aos cinemas, certamente não será a último:

“[Robert] provavelmente vai fazer outro filme da Marvel, pelo menos mais dois. Ele pode ter mais um na manga. Mas estamos super animados com a  Team Downey. Estamos desenvolvendo Pinóquio para ele ser Geppetto, é a coisa mais insana e bonita em que Robert já trabalhou. Temos Yucatan, que foi baseado no falecido Steve McQueen, que teve uma idéia para este filme no estilo caça ao tesouro; ele escreveu estes volumes encadernados em couro insanos desa história maravilhosa e temos tido isso como nosso ponto de partida para fazer esse grande e selvagem filme de ação, no estilo de Inception , estamos trabalhando nisso agora. Temos a história de Hunter Scott USS Indianapolis. Portanto, temos uma espécie de lista, com todos esses futuros projetos “

O filme Pinóquio tem estado em ”obras” por alguns anos, com Tim Burton e Ben Stiller disputando a cadeira do diretor. Nós não ouvimos uma atualização sobre ele já tem algum tempo, mas certamente é bom ouvir que o projeto não está morto.

E Downey também mencionou sobre Pinóquio que Equipe Downey está desenvolvendo com base em uma ideia do próprio Robert:

“Você pode acreditar que há mesmo um filme de horror no qual Robert teve a idéia original ,pois é, nós temos um roteirista trabalhando nele agora. Uma espécie de Lobisomem Americano, será nesse estilo … Ele sempre quis fazer [um filme de terror]. Não é um filme de terror, do tipo que é um pouco mais classudo. Mas este certamente vai ter um senso de humor dele. Porque mais uma vez, tudo o que fazemos, não importa o gênero, se é drama, tem que ter inteligência e humor, se é mais cômico tem que ter uma camada de realidade por baixo. Nós não vamos muito para ambos os lados . Aqueles são divertidos de se ver, mas nós meio que vamos tentar nos dirigir ao personagem. “

Warner Bros adquiriu os direitos de Cloaked em maio, e eu estou curioso para ver o que um filme de terror parece para Robert. Não está claro qual desses filmes pode ser lançado primeiro, mas a Team Downey certamente acumulou um variado leque de projetos para escolher.

Mas a Team Downey não é apenas focada no reino de longa-metragem, como Downey acrescentou, a empresa também está desenvolvendo uma série de projetos de TV:

“Estamos trabalhando muito com a televisão. Temos alguns shows criados e alguns novos programas que estão prestes a serem lançados. Estamos olhando primeiro para a Warner, por isso temos algumas coisas criadas para a Warner TV. Temos duas coisas que estamos especulando, então uma vez que aqueles são feitos provavelmente vamos trazê-los para a Warner em primeiro lugar e, em seguida, em algum outro lugar. “

Fonte

Junto com o novo trailer teatral, um embargo foi levantado por jornalistas que tiveram a sorte de entrevistar o diretor de Homem de Ferro 3, Shane Black e o produtor Kevin Fiege após serem mostradas imagens exclusivas. Falando com Collider, os dois discutiram infinidade de novas armaduras do Tony Stark, Patriota de Ferro, O Mandarim e seus Dez Anéis, bem como a conexão da terceira sequência da Marvel para Os Vingadores 2, entre outras coisas. Confere aí.

Shane Black: Eu considero a fanbase como sendo basicamente o trabalho da Marvel. O meu é de ser um fã e eu sou um e eu tenho sido desde tenra idade, de Homem de Ferro, então para mim, só me agradou e espero que agrada ao resto dos fãs. Deveria. Por exemplo, uma das alegrias para mim, sempre foi ver como você toma um vilão de história em quadrinhos e o traz em uma forma um pouco mais realista para um filme, fazê-lo no cinema de uma forma que é reconhecível, mas diferente. E isso é divertido. Assim como o Coringa em O Cavaleiro das Trevas não é o Coringa de história em quadrinhos, mas há apenas o suficiente dele que você reconhece e fica tipo, “Uau, que forma criativa de interpretar o Coringa para os filmes.” Então, essa era a nossa tarefa aqui também. Os fãs adoram o personagem O Mandarim e apenas disse: “Bem, o que nós não queremos é esse potencial racista com estereótipo de um vilão Fu Manchu que apenas faz gestos com seu punho.” Mas nós encontramos um caminho, para obter uma interação do Mandarim que nós gostamos, eu acho. Estamos muito animados com a luta de construir esta história quando descobrimos que poderíamos incluir o Mandarim e dar-lhe uma personagem que seria uma jogada perfeita, o maior vilão do Homem de Ferro, mas sem depender demais do que o estereótipo de quadrinhos foi .

Sobre os muitos trajes em Homem de Ferro 3, Kevin Feige diz: Você sabe que temos visto, através de Vingadores, 7 ou 8 armaduras e queríamos progredir em um presente. É parte de, mais uma vez, o efeito que os Vingadores teve sobre ele é o porquê de ele estar se aperfeiçoando ainda mais do que antes e ele está construindo muito mais do que ele já tinha feito. O Patriota de Ferro é também uma espécie de resposta aos Vingadores. É uma espécie de Máquina de Guerra do governo, francamente, porque o governo dos EUA sentiu-se como se eles estivessem um pouco ameaçados pelos acontecimentos d’Os Vingadores. Estes heróis loucos conhecidos como Os Vingadores foram os que salvaram o dia, salvaram Nova York, salvaram os Estados Unidos; mas não o governo. O governo sentiu que precisava de um herói surgido deles mesmos, e eles têm um oficial militar que tem uma dessas armaduras, e então apenas a pintaram de vermelho, branco e azul. Eles posam ao lado do presidente e Tony meio que rola seus olhos, você viu um pouco disso hoje[em relação ao trailer]. Eles querem um herói. E Tony, “O que você quer dizer, eu sou um herói?” E eles dizem: “Bem, você passa muito tempo em sua oficina. Queremos alguém em que possamos confiar.” Então é mais ou menos assim que o Patriota de Ferro surge. E, novamente, é uma coisa dos quadrinhos, achamos que o traje Patriota de Ferro fosse igual e ligeiramente parecido com o dos quadrinhos. Não é Norman Osborne ou qualquer uma dessas coisas, obviamente, mas isso nos deu um lugar para introduzirmos com Rhodey. Queríamos deixar Rhodey e seu tipo de lealdades divididas entre seu amigo e seu dever e então manter essa história acontecendo.

Comentando sobre a armadura Deep Space, Feige diz: Bem, eu diria que eu já tive um número de “Jungle Attacks” do Batman no meu tempo e eu não me lembro de nenhuma sequência de “ataque na floresta” no Batman, então.

Black sobre O Mandarim: Desde o início estávamos todos em cima disso, sim, a ideia de apenas uma interpretação um mundo real de um cara que, eu odeio ter que falar isso para você, mas ele não é deste espaço. Os anéis são anéis. São teatralidade. Eles são apetrechos. São parafernália de guerra que ele meio que se esconde por trás. Ele estuda Sun Tzu. Ele estuda táticas de insurgência. Ele envolve-se com dragões e símbolos dos senhores da guerra e iconografia chinesa porque ele quer representar este tipo de protótipo de terrorista – que usamos como exemplo o Coronel Kurtz de Apocalypse Now – um cara que pode ter sido um americano, pode ter sido um cidadão britânico, alguém que está lá fora, fazendo o trabalho de campo, supervisionando atrocidades para a comunidade de inteligência que enlouqueceu em campo e se tornou esse tipo de devoto de táticas de guerra, e agora se cercou de um grupo de pessoas a que preside, e a única coisa que os une é este ódio da América. Então ele é o terrorista final, mas ele também é mais experiente. Ele está no mundo da inteligência. Ele sabe como usar os meios de comunicação. E levá-lo para um nível de mundo real foi mais do que divertido para nós.

Feige sobre a ligação do filme com Os Vingadores: Isso meio que serve de resposta pra sua outra pergunta, o real motivo que queríamos de Vingadores para esse filme foi mostrar o efeito dos Vingadores no psicológico de Tony. Este homem, que vem deste universo fundamentado – Eu sempre digo que está fundamentado o suficiente, apesar de ele construir um traje de ferro e voar os arredores – a noção de Tony Stark de sempre pensar em si mesmo como uma espécie de “macho alfa” ou “superior”, agora foi para o espaço , quase foi morto por alienígenas, encontrou um deus completamente louco que poderia esmagá-lo em torno de toda a floresta com um martelo, encontrou um cara que seu pai costumava falar a partir de 1945. Não tem nenhum erro em encontramos Tony no início do filme e ele estar apenas construindo armaduras, colocando-se no processo, e ele se sente muito mais confortável quando está no processo. E muito nesse filme é sobre Tony aprendendo a se tornar Tony Stark novamente fora da armadura, e ele tem um pouco de ajuda nisso quando se vê com sua mansão completamente destruída.