Dia: 20 de abril de 2013

Ontem, ou até antes, bombaram notícias por ai dizendo que Robert voltaria para Homem de Ferro 4, para a alegria e para a tristeza da redatora que vos fala, até então só uma pessoa ”conhecida” divulgou isso com absoluta certeza, o nosso diretor Shane Black. Mas não é ele que manda na bagaça , pelo menos eu acho.
 Vários tabloides comentando sobre a volta do ator, como por exemplo:

O ator Robert Downey Jr, de 48 anos, até agora se recusava a confirmar se ele vai fazer outro filme da franquia de sucesso, mas o diretor Shane Black está confiante que Robert voltará para pelo menos mais um filme da franquia ‘Homem de Ferro’.” Panorama Brasil

”Ao London Evening Standard, o cineasta responsável pela terceira aventura do herói diz ter certeza que Downey Jr. retornará. “Pelo menos para mais um. Certeza”, comentou.”  Omelete

”De acordo com Shane Black, nós não devemos ficar preocupados sobre se Robert Downey Jr abrirá mão de ser Tony Stark no futuro” Legião dos Heróis

Será? SERÁ? agora é só aguardar a confirmação de alguém da Marvel pra pularmos de alegria (só que não), pra mim já deu de filme solo do Ferroso, mas se a história for boa e se a fase 3 for melhor ainda, ta tudo liberado. ”Homem de Ferro 4, o Robert já vai estar com 60 anos , por que né?”

# homem de ferro, notícias, retorno, Robert, Tony Stark

Depois disso, ele vai procurar novos problemas. “Eu estou caindo de volta nesse lugar desconhecido“, diz ele, “longe de todos esses tipos de vitórias fáceis.” Sua esposa já era uma produtora de filmes de sucesso quando ele a conheceu. “Eu sou do tipo que diz: ‘Querida, o que você acha que devemos fazer?’” Esse é o grande luxo que Avengers nos oferece.” Sua produtora juntamente de Susan é chamada Team Downey. “Eu gosto de trabalhar com ela. Prefiro fazer as coisas com ela.”

Ele espera começar a filmar o primeiro filme da Team Downey em junho, um filme chamado The Judge em que ele vai interpretar o advogado filho de um juiz. Sua “linda história” foi pensada por David Dobkin, diretor de Penetras Bons de Bico, inspirado por algo em sua própria vida. “É engraçado pra caramba, mas falando de ‘emo’, é abertamente de chorar com a leitura do script. Eu não sei como eu vou passar por isso. Ele e Robert Duvall, um pai e um filho.” Depois disso, Downey está de olho em uma nova visão sobre a história de Pinóquio que ele armou, “Meu primeiro passo!” , diz ele com satisfação- a Warner Bros. “Eu fiquei muito animado com isso. Eu estava pensando em Geppetto como um cruzamento entre Jake LaMotta e Chico Marx. É uma história tão vital, mas é realmente sobre essa coisa estranha da classe trabalhadora que inventa este objeto inanimado com todas as qualidades que ele não tem. estou louco com a ideia… Para mim, um menino de madeira é um menino de verdade que não se sente reconhecido.

Nos anos em que Downey sempre parecia estar caindo aos pedaços, o nome de seu pai, o cineasta Robert Downey Sr., tipicamente apareceu em artigos sobre o seu filho, ligado a duas anedotas. O primeiro relatou como primeira aparição cinematográfica de seu filho, em um filme escrito e dirigido por Downey Sr. chamado Pound, lhe fingindo ser um cachorro e dizendo a um homem fingindo ser um cão “tem algum cabelo em suas bolas?” Downey Jr. tinha 5 anos. O segundo relatou como Downey Jr. começou a usar drogas com a bênção de seu pai, tragando seu primeiro cigarro de maconha quando ele tinha 8 ou 9 anos. (Ao longo do tempo, a ligação de pai e filho, aparentemente, só ficou mais forte. Há alguns anos, contando contos dos anos de drogas, Downey Jr. se refere a uma cocaína como a única cocaína que ele já usou “que provou tão bem quanto a que eu tive com o meu pai e Jack Nicholson. “) Sempre que essas duas histórias eram ditas, a implicação parece ser que os problemas Downey Jr. estavam de alguma forma predestinados, impostos ou legados, embora ele raramente usava isso como uma desculpa a si mesmo.

Nos dias de hoje, o filho menciona o pai muitas vezes e com carinho, sobretudo porque o portador orgulhoso de um legado de cinema que ele gostaria de levar para frente. Foi também através de seu pai que Downey tornou-se íntimo com Paul Thomas Anderson: “Ele foi primeiramente amigo do meu pai. Depois, finalmente, nós três nos reunimos para uma refeição, e então nós meio que nos afiliamos. PT e eu gostamos de implicar um com o outro. Ele continua: “’Qual é a sensação de ser a superestrela mais baixinha do mundo?’ E eu digo: “É incrível. Quem marcou aquele outro ato no filme depois de Joaquin saltar da moto? Porque o filme acabou ali, né? ‘ Ele apenas ri. Vivemos de implicâncias, porque ele está tanto pra um lado da balança, quanto eu estou para o outro, atualmente, na percepção das pessoas, e ainda poderíamos terminar as frases um do outro durante todo o dia.” Eles discutiram a possibilidade de que Downey pode estar no próximo filme de Anderson, uma adaptação de Vício Inerente, de Thomas Pynchon, e Downey diz que ele era para ser com ele, mas que em última análise, Anderson queria fazer o filme com Joaquin Phoenix. “Acho que ele me disse que eu sou muito velho“, diz Downey, divertido. “O que eu amo quando as pessoas me dizem.”

“É falta de educação para as pessoas não mostrar-lhe suas casas”, declara ele, e me leva a um passeio por cada quarto de sua casa. Nós andamos através do banheiro principal, onde ele explica que não pode tomar banhos à noite, porque é acima do quarto de Exton, e então ele me leva de seu modestamente enorme closet até seu quarto. A cama é de frente para o mar. “Essa vista“, diz ele, “me faz feliz.”

Ao pôr do sol nós caminhamos ao redor da propriedade. Eu fiz carinho seus dois gatos, Monty (em homenagem a Field Marshal Montgomery) e Dart (D’Artagnan), suas quatro alpacas, Fuzzy, Baby, Madre, e Dandy, e suas duas cabras pigmeias, Trigger e Memo. À medida que passamos pelo rancho, ele observa: “Mesmo o muito mesticuloso Jude Law sente-se confortável ficando aí.” (‘Agitado?’ Eu pergunto. “Vamos apenas dizer que ele tinha um monte de roupas para uma visita de três dias“, responde Downey.) Ele também me mostra o que ele descreve como “sem dúvida a piscina acima do solo mais cara já construída, que chamamos de SS Debacle”. O desastre começou com Downey dizendo que ele não quer se preocupar com o zoneamento, e por isso eles devem apenas comprar “uma daquelas coisas que você põe como o Honey Boo Boo da piscina.” Houveram várias versões. Um ponto negativo foi quando versão dois ou três quebrou e rolou morro abaixo em direção ao oceano.

De volta para dentro, eu me sento em um sofá na sala de estar. Ele se senta em outro sofá, mas enquanto ele fala mais sobre a vida futura, ele logo dá um deslize. “Você sabe, eu realmente sinto falta de compor música, escrever músicas“, diz ele. “E eu quero dirigir, eu acho que faria um bom trabalho.” Acontece que ele tem uma ideia. “Ninguém“, diz ele, “tem considerado o Halloween como um mercado desde o Halloween“. Ele atuaria nele, também. “Eu vou dizer apenas isso: eu sou o repórter da ‘Voz da Vila’ em busca de algo.”

Fonte por Chris Heath, GQ.
# entrevista, GQ, perfil, revista, Robert Downey Jr., Team Downey
# Homem de Ferro 3, Iron Man 3, spot, teaser, trailer, Tv spot